" /--> Pneus
TRAÇÃO NA DIANTEIRA E TRAÇÃO NA TRASEIRA QUAIS AS DIFERENÇAS

TRAÇÃO NA DIANTEIRA E TRAÇÃO NA TRASEIRA QUAIS AS DIFERENÇAS

TRAÇÃO NA DIANTEIRA E TRAÇÃO NA TRASEIRA QUAIS AS DIFERENÇAS

Hoje em dia ter um carro com tração dianteira ou traseira, depende unicamente para qual finalidade o carro está sendo adquirido, visto haver vantagens e desvantagens, assim como opiniões contra ou a favor, o importante que cada um tenha um carro que atenda suas necessidades da melhor forma possível.

1º Veículo Nacional com Tração Dianteira

O 1º automóvel nacional fabricado com tração na frente, foi a perua DKW- Vemag Universal, no ano de 1956, na época só eram fabricados carros nacionais com tração nas rodas traseiras, para todos os tamanhos  de carros.

tracao na dianteira

Os veículos eram fabricados com motores longitudinal na parte da frente do carro, e a tração era atrás, somente o DKW e posteriormente o Ford Corcel, é que deram início a fabricação com tração dianteira.

Até início dos anos 90, existia diferença de opiniões entre as pessoas, ano em que o último carro fabricado com tração traseira, deixou de ser fabricado, o Chevrolet Ômega, e de alguns anos para cá, somente picapes e utilitários esportivos é que são fabricados com tração dianteira.

A partir dos anos 60 a indústria norte americana resolveu investir em massa na tração dianteira, principalmente em carros grandes fabricados com motores V8, como foi o Oldsmobile Toronado, 7,0 litros e também o Cadillac Eldorado de 8,2 litros, a ideia era de melhorar a dirigibilidade, principalmente em casos de intempéries, onde o veículo perdia a aderência ao solo.

Houve no entanto, modelos de carros com tração dianteira que foram bem-aceitos, como o Citroen Traction Avant, e também o Mini inglês de 1959, fabricado com tração dianteira, motor transversal, com as rodas pequenas, devido ao espaço interno que embora fosse mini, era bem maior em relação a outros na mesma época, foi considerado o precursor quanto ao design do modelo, o que tempos depois, foi largamente copiado por diversas outras montadoras.

Veículos como BMW, Ferrari, Maserati, e Porsche sempre foram fabricados com a tração traseira, já a Aston, Martin, Jaguar, e Mercedes-Bens  foram fabricados com tração dianteiras somente na fabricação de carros de menor potência/porte.

Outros veículos potentes e esportivos como Chevrolet, Cadillac, Chrysler/Dodge, Ford, Infiniti, e Lexus foram fabricados com tração traseira, e na Austrália também a Ford e a Holden(General Motors).

COMO FUNCIONA A TRAÇÃO

O motor do veículo gera a tração que é passada para as rodas, através de transmissão, se for tração dianteira, a força do veículo é depositada nas rodas da frente, nesse caso as rodas traseiras apenas completam o movimento na sequência, e nos casos de veículos com tração traseira, a força são nas rodas de trás.

TRAÇÃO DIANTEIRA E SUAS VANTAGENS

Em grande parte dos veículos de passeios, a tração utilizada é a dianteira, a qual segundo especialistas, promove a melhor dirigibilidade ao motorista, pois, a perda de potência do motor é menor, além, de ser possível ter maior espaço interno dentro do veículo, uma vez que não há necessidades de acomodar o cardã no eixo traseiro já que a força do motor está na parte da frente.

TRAÇÃO TRASEIRA E SUAS VANTAGENS

Para os veículos que tem tração traseira, a aderência maior ao solo, pode ser notada em ladeiras, ou, com o veículo carregado, ou, ainda em carros potentes, e esportivos.

TRAÇÃO TRASEIRA E SUAS DESVANTAGENS

Especialistas no assunto, garantem, que podem haver problemas para alguns motoristas, pois, as vezes, dependendo da velocidade, ou da arrancada, pode ocorrer do carro sair de traseira, o que dependeria da habilidade do motorista, em colocá-lo novamente no rumo certo, como acontece na fórmula 1, a prática do piloto, exige que o volante seja virado do lado contrário a curva desejada.

Alguns outros pontos negativos sobre a tração traseira, é pelo fato de haver maior gasto de combustível, visto que há uma perda de potência do motor, pois, o cardã tem que levar a força do motor que está na frente do veículo, para as rodas traseiras, com isso, além do espaço interno ser reduzido, torna o carro muito mais pesado.

 

http://www.pakwheels.com

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.

Tipos de Pneus

Tipos de Pneus

Como surgiu o 1º Pneu

O 1º pneu inflado a ar, foi inventado em 1.888 pelo escocês John Boyd Dunlop, e simplesmente ele utilizou rodas de madeira, que eram usadas antigamente, e encapou-as com lonas grossas e algumas alças de borrachas.

 

Primeiro, ele fez o teste utilizando esses pneus encapados, em triciclos, como não encontrou nenhum ponto negativo, passou para o 2º teste em uma bicicleta, só que desta vez, acrescentou pedaços de borrachas para prevenir derrapagens, e devido ao excelente resultado, ficou como marco na história dos pneus.

 

Com o passar dos anos, foram surgindo outras marcas famosas que também foram algumas patenteadas com os nomes de seus criadores como, em 1891 C.K.Welch, no mesmo ano os Irmãos Michelin, em 1904 Firestone e Goodyear, e a partir de 1928 a Dupont.

Quais os Tipos de Pneus

Existem vários tipos de pneus, cada um deles é específico para certo tipo de veículo, cada um com suas respectivas funções, a diferença entre eles, está na fabricação, são os Pneus Diagonais, Pneus Radiais, Pneus Diagonais Cinturados, Pneus sem Câmara, Pneus com Câmara.

 

O que são Pneus Diagonais

Nos Pneus Diagonais as camadas de material têxtil utilizadas na fabricação, são colocadas na diagonal, formando um ângulo de 40°da linha central até a banda de rodagem, só que apesar de apresentar uma utilização estável, esse tipo de pneu, vem sendo cada vez menos utilizado, perdendo espaço para o os Pneus Radiais.

 

O que são Pneus Radiais

Já os Pneus Radiais na hora da fabricação, recebem cordas metálicas com ângulo de 90°, e correm em uma linha radial ou direta, através de um talão para outro, pela banda de rodagem, e ainda, graças a sua estrutura, permite que o veículo atinja velocidades mais altas.

 

O que são Pneus Diagonais Cinturados

Os Pneus Diagonais Cinturados, foram fabricados com uma cintura parecida com do Pneu Radial, o que teria melhorado muito a dirigibilidade,  principalmente na hora de manobras, mas, mesmo assim não chegou a ser muito utilizado.

O que são Pneus sem Câmara

A ideia inicial de ser fabricado pneus sem câmara, foi pensando no motorista, que dirige em velocidades mais altas, o fato de correr e acontecer um furo no pneu, poderia causar acidentes graves. Pensando nisso, em vez de uma câmara cheia de ar dentro do pneu, a camada interna, é revestida por borrachas especiais, com baixa permeabilidade de ar, a qual consegue prevenir vazamentos de ar do pneu.

 

Isto quer dizer, que mesmo que o pneu seja furado com um prego durante o trajeto com o veículo, o ar não sairá de uma vez, o que causaria transtornos com a troca do pneu, mas, mesmo que o pneu comece a baixar lentamente, é aconselhado fazer o conserto ou a calibragem do mesmo.Esse tipo de pneu, requer uma atenção a mais pelo motorista, pois, a calibragem deve ser feita semanalmente para garantir a segurança, a tranquilidade do motorista, e a durabilidade do pneu.

Quais as vantagens do Pneu sem Câmara

  • Não é necessário a utilização dentro do pneu de uma câmara de borracha, e o ar fica acondicionado diretamente dentro do pneu.
  • Outra vantagem, em caso de furar, é possível andar com tranquilidade até o borracheiro para o reparo do pneu, porque ele não esvazia de imediato.
  • Agiliza o serviço do borracheiro, pois, não precisa desmontar o pneu para retirar a câmara, consertar, colocar novamente, e ainda, calibrar.

Quais as desvantagens do pneu com Câmara

  • Sempre que houver furos o pneu esvazia rapidamente, nesse caso não deve nais andar com o carro, porque vai estragar o pneu, e ficará inutilizado.
  • Ao trafegar em ruas de terra, com pedrinhas ou cascalhos, todo cuidado é pouco, porque pode furar o pneu, e a câmara.
  • A câmara para ser consertada, deve ser colocado um remendo chamado de manchão, se houver muitos deles na câmara, o pneu ficará desbalanceado, inclusive, não terá como fazer balanceamento nesta roda.
  • A própria roda se estiver torta pode causar vazamento do ar na câmara do pneu.
  • Deve ser evitado trafegar em ruas que tiveram feiras livres no dia, pois, sempre existem a possibilidades de haver pregos caídos, podendo assim, ocasionar furos nos pneus.

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.
Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu veículo.