,!--BING Your SEO optimized title-->
Tipos de Pneus

Tipos de Pneus

Como surgiu o 1º Pneu

O 1º pneu inflado a ar, foi inventado em 1.888 pelo escocês John Boyd Dunlop, e simplesmente ele utilizou rodas de madeira, que eram usadas antigamente, e encapou-as com lonas grossas e algumas alças de borrachas.

 

Primeiro, ele fez o teste utilizando esses pneus encapados, em triciclos, como não encontrou nenhum ponto negativo, passou para o 2º teste em uma bicicleta, só que desta vez, acrescentou pedaços de borrachas para prevenir derrapagens, e devido ao excelente resultado, ficou como marco na história dos pneus.

 

Com o passar dos anos, foram surgindo outras marcas famosas que também foram algumas patenteadas com os nomes de seus criadores como, em 1891 C.K.Welch, no mesmo ano os Irmãos Michelin, em 1904 Firestone e Goodyear, e a partir de 1928 a Dupont.

Quais os Tipos de Pneus

Existem vários tipos de pneus, cada um deles é específico para certo tipo de veículo, cada um com suas respectivas funções, a diferença entre eles, está na fabricação, são os Pneus Diagonais, Pneus Radiais, Pneus Diagonais Cinturados, Pneus sem Câmara, Pneus com Câmara.

 

O que são Pneus Diagonais

Nos Pneus Diagonais as camadas de material têxtil utilizadas na fabricação, são colocadas na diagonal, formando um ângulo de 40°da linha central até a banda de rodagem, só que apesar de apresentar uma utilização estável, esse tipo de pneu, vem sendo cada vez menos utilizado, perdendo espaço para o os Pneus Radiais.

 

O que são Pneus Radiais

Já os Pneus Radiais na hora da fabricação, recebem cordas metálicas com ângulo de 90°, e correm em uma linha radial ou direta, através de um talão para outro, pela banda de rodagem, e ainda, graças a sua estrutura, permite que o veículo atinja velocidades mais altas.

 

O que são Pneus Diagonais Cinturados

Os Pneus Diagonais Cinturados, foram fabricados com uma cintura parecida com do Pneu Radial, o que teria melhorado muito a dirigibilidade,  principalmente na hora de manobras, mas, mesmo assim não chegou a ser muito utilizado.

O que são Pneus sem Câmara

A ideia inicial de ser fabricado pneus sem câmara, foi pensando no motorista, que dirige em velocidades mais altas, o fato de correr e acontecer um furo no pneu, poderia causar acidentes graves. Pensando nisso, em vez de uma câmara cheia de ar dentro do pneu, a camada interna, é revestida por borrachas especiais, com baixa permeabilidade de ar, a qual consegue prevenir vazamentos de ar do pneu.

 

Isto quer dizer, que mesmo que o pneu seja furado com um prego durante o trajeto com o veículo, o ar não sairá de uma vez, o que causaria transtornos com a troca do pneu, mas, mesmo que o pneu comece a baixar lentamente, é aconselhado fazer o conserto ou a calibragem do mesmo.Esse tipo de pneu, requer uma atenção a mais pelo motorista, pois, a calibragem deve ser feita semanalmente para garantir a segurança, a tranquilidade do motorista, e a durabilidade do pneu.

Quais as vantagens do Pneu sem Câmara

  • Não é necessário a utilização dentro do pneu de uma câmara de borracha, e o ar fica acondicionado diretamente dentro do pneu.
  • Outra vantagem, em caso de furar, é possível andar com tranquilidade até o borracheiro para o reparo do pneu, porque ele não esvazia de imediato.
  • Agiliza o serviço do borracheiro, pois, não precisa desmontar o pneu para retirar a câmara, consertar, colocar novamente, e ainda, calibrar.

Quais as desvantagens do pneu com Câmara

  • Sempre que houver furos o pneu esvazia rapidamente, nesse caso não deve nais andar com o carro, porque vai estragar o pneu, e ficará inutilizado.
  • Ao trafegar em ruas de terra, com pedrinhas ou cascalhos, todo cuidado é pouco, porque pode furar o pneu, e a câmara.
  • A câmara para ser consertada, deve ser colocado um remendo chamado de manchão, se houver muitos deles na câmara, o pneu ficará desbalanceado, inclusive, não terá como fazer balanceamento nesta roda.
  • A própria roda se estiver torta pode causar vazamento do ar na câmara do pneu.
  • Deve ser evitado trafegar em ruas que tiveram feiras livres no dia, pois, sempre existem a possibilidades de haver pregos caídos, podendo assim, ocasionar furos nos pneus.

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.
Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu veículo.

ABEMEC

ABEMEC

A ABEMEC

– QUEM SOMOS
A Associação Brasileira de Engenheiros Mecânicos Seção RS é uma sociedade civil, que tem em seus objetivos congregar os profissionais engenheiros mecânicos e industriais e suas modalidades na área da mecânica, afim de promover o desenvolvimento tecnológico e cientifico, a defesa e a representação dos interesses profissionais dos mesmos. Tem atuado no campo social, econômico e político na busca dos direitos e deveres da classe que representa. A Entidade foi fundada em 1983, tendo funcionado ininterruptamente desde aquela época.

– ADMINISTRAÇÃO
A administraçao da entidade é efetuada pôr um Conselho Deliberativo, uma Diretoria e um Conselho Fiscal eleitos pela Assembleia Geral pôr um período de dois anos. A atual diretoria tem o mandato até 31/12/2014.

– IMPORTÂNCIA
A força de um setor está diretamente ligada a sua representatividade, para que a ABEMEC-RS possa levar as reivindicações do setor mecânico aos órgãos governamentais, é importante que ela realmente represente a maioria. É preciso que a entidade aja em benefício coletivo e crie novos serviços com a intensa participação das indústrias e empresas do setor. O estimulo a qualidade é a palavra chave deste novo tempo, na vida das empresas e industrias. A ABEMEC-RS, voltada para este novo tempo disponibiliza ao seu quadro de associados e colaboradores diversas vantagens e benefícios para que estes se tornem mais eficientes e gerem melhores resultados, sempre atenta aos novos conhecimentos e ao aperfeiçoamento continuo, visando a capacitação num mercado cada vez mais competitivo.

– MISSÃO
A ABEMEC-RS tem como missão promover o desenvolvimento sustentável do setor mecânico no Rio Grande do Sul, com vistas a ampliação da produção e da competitividade, geração de empregos e renda e o aprimoramento da qualidade de serviços e produtos.

abemec

– Por E-mail: . . . . . . . . . . . . . . .

.: abemec-rs@abemec-rs.org.br

– Via Telefone: . . . . . . . . . . . . . .

.: 51 3212-5587

– Pessoalmente:. . . . . . . . . . . . .

.: Otávio Rocha, 22 / 8º andar – Centro
.: Porto Alegre – RS – Brasil – CEP 90.020-150

https://www.abemec-rs.org.br/abemec/index.htm

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.

Puma Clube – SP

Puma Clube – SP

O CLUBE

Em 03 de agosto de 2006 um grupo de espírito jovem, muita fibra e apaixonado por esses carros que foram o “must” da década de 70/80 e ainda por cima produto “Made in Brazil”, resolveu formalizar o que já era um fato, o PUMA CLUBE.

Os sócios fundadores CLUBE interagem com novos integrantes (assistência em dúvidas técnicas, fornecedores, adaptações etc), promovem reuniões familiares com a adesão de amigos de outros estados, inclusive(Ceará, Paraná, Rio Grande Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Goiás, Amazonas, além do Estado de São Paulo), e também tem colaborado com amigos que estão em outros países, como França, Espanha e EUA.

Nossos integrantes participam ativamente de diversos fóruns sobre o tema, orientando os participantes em dúvidas apresentadas, além de contar com um espírito de amizade que é marca dessa união.

 

puma

http://www.pumaclube.com.br/home.htm

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.

M-Tech Kansai 2013

M-Tech Kansai 2013

M-Tech Kansai: a feira

M-Tech, a feira de componentes mecânicos e materiais, apresenta os seguintes produtos: tratamento e modificação de superfícies, materiais, peças fabricadas e tecnologia de fabricação; verificação, medição, sensores; rebarbas e acabamento de superfícies.

 

 

Perfil de M-Tech Kansai

 

 

Nova Edição M-Tech Kansai

 

 

Organizador de M-Tech Kansai

  • Reed Exhibitions Japan
  • 18F Shinjuku-Nomura Bldg,
  • Tóquio (Japão)

 

 http://www.nfeiras.com/m-tech-kansai/

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.

Eletricidade Automotiva Online

Eletricidade Automotiva Online

O curso Eletricidade Automotiva Online inclui 56 vídeos com os procedimentos desenvolvidos  passo a passo. Veja as informações detalhadas do seu curso ONLINE:

 

Objetivos do Módulo 1:

– Conhecer os fundamentos teóricos e aplicados da eletricidade do automóvel.

Atividade 1: Eletricidade e eletrônica do automovel
Atividade 2: Potência elétrica
Atividade 3: Números de conexões
Atividade 4: Bateria
Atividade 5: Sistema de ignição convencional
Atividade 6: Componentes
Atividade 7: Apostila: Saúde ocupacional na oficina mecânica
Atividade 8: Apostila MECP – ELA 01
Atividade 9: Apostila MECP – ELA 02
Atividade 10: Sistema de ignição chave de contato medição con multitester
Atividade 11: Motor de arranque
Atividade 12: Alternador
Atividade 13: Constituição de um diodo
Atividade 14: Alternador regulador de voltagem parte 01
Atividade 15: Alternador regulador de voltagem parte 02
Atividade 16: Alternador conexões auxiliares
Atividade 17: Ignição eletrônica
Atividade 18: Apostila MECP – ELA 03
Atividade 19: Apostila MECP – ELA 04

Objetivos do Módulo 2:

– Aprender a realizar:
– Verificações e carga da bateria,
– Desmontagem inspeção e montagem do motor de arranque.
– Desmontagem inspeção e montagem do alternador.

Atividade 1: Revisão de bateria parte 01
Atividade 2: Revisão de bateria parte 02
Atividade 3: Motor de arranque parte 01
Atividade 4: Motor de arranque parte 02
Atividade 5: Motor de arranque parte 03
Atividade 6: Motor de arranque parte 04
Atividade 7: Motor de arranque parte 05
Atividade 8: Alternador parte 01
Atividade 9: Alternador parte 02
Atividade 10: Alternador parte 03
Atividade 11: Alternador parte 04
Atividade 12: Alternador parte 05
Atividade 13: Alternador parte 06

Objetivos do Módulo 3:

– Aprender a realizar:
– Inspeção de semi-óptica dianteira.
– Checagem elétrica.
– Inspeção do interruptor de pressão de óleo.
– Análise de falhas e reparos no sistema elétrico.

Atividade 1: Acesso ao painel de instrumentos parte 01
Atividade 2: Acesso ao painel de instrumentos parte 02
Atividade 3: Montagem do painel de instrumentos
Atividade 4: Funções das luzes traseiras
Atividade 5: Desconexão e desmontagem do farol traseiro parte 01
Atividade 6: Desconexão e desmontagem do farol traseiro parte 02
Atividade 7: Desconexão e desmontagem do farol traseiro parte 03
Atividade 8: Inspeção de semi-optica dianteira parte 01
Atividade 9: Inspeção de semi-optica dianteira parte 02
Atividade 10: Checagem elétrica
Atividade 11: Inspeção do interruptor de pressão de óleo parte 01
Atividade 12: Inspeção do interruptor de pressão de óleo parte 02

Objetivos do Módulo 4:

– Aprender os fundamentos de funcionamento e serviço da injeção eletrônica de gasolina com os seguintes procedimentos:
– Identificar componentes.
– Medição de sistemas.
– Prova funcional.
– Instalação de injetores.
– Limpeza de injetores.
– Inspeção e calibração do sensor de temperatura do ar.
– Análise do sistema de ignição.
– Diagnóstico de gases de escape com analisador e resolução para falhas (NISSAN).

Atividade 1: Injeção eletrônica Página
Atividade 2: Componentes do sistema de injecão parte 01
Atividade 3: Componentes do sistema de injecão parte 02
Atividade 4: Componentes básicos
Atividade 5: Unidade eletrônica de controle
Atividade 6: Mediçao das sistemas
Atividade 7: Filtro de combustivel
Atividade 8: Tampa superior de um sistema de injecão monoponto
Atividade 9: Dados correspondentes para os dois tipos de injetores
Atividade 10: Instalação dos injetores parte 01
Atividade 11: Instalação dos injetores parte 02
Atividade 12: Atuadores e sensores
Atividade 13: Inspecão e calibragem do sensor de temperatura de ar
Atividade 14: Sistema de ignicão
Atividade 15: Distribuidor do sistema eletrônico de ignicão
Atividade 16: Diagnose de gases com analisador parte 1
Atividade 17: Diagnose de gases com analisador parte 2
Atividade 18: Apostila: INFORMAÇÃO OCUPACIONAL

 

http://www.cursoedubras.com.br/curso/87/eletricidade_automotiva/cursos_de_mecanica#

 

logo_edubras

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.