,!--BING Your SEO optimized title-->
Curso de Som Automotivo

Curso de Som Automotivo

O objetivo do curso é passar informações técnicas e “macetes” de um modo objetivo e compreensivo para que o aluno possa aprender facilmente e se tornar um profissional na área de Som Automotivo.

Conteúdo primeira apostila: Apresentação do Curso de Som Automotivo
  • O Multímetro
  • Sistemas elétricos dos automóveis
  • Fios e cabos
  • Cabos RCA
  • Tabela de cabos de força
  • Cabos para alto falantes
  • Tabela sobre a convenção AWG
  • Baterias e alternadores
  • O Pre-pack
  • Alto falantes
  • Impedância
  • Ligações de aparelhos
  • A caixa acústica
  • Caixa Vented e Bandpass
Conteúdo segunda apostila: Curso de Som Automotivo
  • Algumas funções do aparelho de cd-player
  • Instalando auto-rádios, toca-fitas e cd-player
  • Problemas de interferência no som do automóvel
  • Cuidados com cabos de áudio (evitando chiados)
  • O remédio é a Prevenção
  • Sistema elétrico automotivo – dimensionamento
  • Saída RCA ou saída amplificada?
  • Como Calcular a Bitola dos Fios
  • Como medir a potência RMS
  • RMS x SPL – mitos e verdades da potência elétrica
  • Divisores de Freqüência
  • Mas como verificar a potência dos alto-falantes?
  • Impedância dos Auto Falantes
  • Potência dissipada em um kit de MidBass, MidRange e Tweeter
  • Decibel, o que é isso?
  • Como escolher o Subwoofer?
  • Associação de Subwoofer
  • Associação de Subwoofers Bobina simples
  • Associação em paralelo
  • Associação de Subwoofers bobina dupla
  • Quanto de potência está sendo dissipada pelos Subwoofers?
  • Quantos dB (decibéis) eu ganho aumentando os Subwoofer?
  • Caixa de fibra ou madeira MDF?
  • Qual a litragem correta?
  • Fixação do amplificador e acabamento
  • Ligação Bridge
  • Capac. de 1 FARADX20 V
  • Projetos
Conteúdo terceira apostila: Som – Conceituação Técnica
  • Slew rate – uma especificação fundamental
  • Alto-falantes – medição dos parâmetros T&S
  • Reativos e os amplificadores de potência
  • Amplificadores de potência
  • O som no automóvel
  • A formação de um bom conjunto de áudio
  • Sonofletores – dimensionamento e cálculo da resposta
  • Caixas acústicas – técnicas de construção
  • Construção de divisores de freqüência
  • Imagem estereofônica
  • Estresse x música
  • Como escolher seus aparelhos na hora da compra.
  • Toca-fitas: funções como procura por início de música, dolby b, alto reverse e controle remoto são muito práticas.
  • Sobre a necessidade de introduzir uma nova especificação
  • Fundamentos acerca da taxa de variação
  • Roteiro de medições
  • Verificação das medidas
  • Exemplo de medições e cálculos
  • Sobre a influência da carga nos aplificadores de potência
  • Os alto – falantes
  • Circuitos reativos – definição e análise da potência
  • Os alto – falantes
  • Como componentes rativos e impedância complexa
  • E como ficam os amplificadores
  • Distorção
  • Em que consiste a ligação Bridge
  • O som no automóvel – alguns conceitos
  • Condições de audição
  • Respostas acústicas do habitáculo
  • Escolha e montagem (parte I)
  • Divisores de freqüência
  • Escolha e montagem (parte II)
  • Cabos e conexões
  • Impedância e ligações de falantes
  • Escolha e montagem (parte III)

http://www.cursosvirtuais.net/curso/som-automotivo.htm

cursosvirtuais.net

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.

Associação Galaxeiros das Gerais

Associação Galaxeiros das Gerais

Em 1967, mais precisamente no dia 16 de Fevereiro o primeiro Ford Galaxie 500 saí da linha de montagem, o carro já tinha chamado à atenção do público no final do ano anterior no “V Salão do Automóvel de São Paulo” e marcou sua época por ser o primeiro automóvel de passeio nacional da Ford.

O motor V8 272 de 164cv e o câmbio de três marchas formavam um conjunto mecânico robusto e ao mesmo tempo macio proporcionando um rolar confortável, mesmo nas pavimentações de péssima qualidade da época.

Por fora a carroceria grande com 5,40m de comprimento e 1,99m de largura (medido da maçaneta a maçaneta), frisos de alumínio contornando as caixas de rodas, nas laterias entre os recortes dos paralamas e na grade dianteira.

As cores galáticas

A carroceria trouxe pinturas em oito tons de cores (todos sólidos) os nomes traziam alusões a elementos espaciais: Vermelho Marte, Bege Terra, Verde Júpiter, Preto Sideral, Cinza Cósmico, Azul Infinito, Azul Ágena e Branco Glacial. Opcionalmente a capota poderia vir na cor Branco Glacial criando, assim, o efeito “saia e blusa”.

As rodas, pintadas na cor da carroceria do veículo poderiam ser equipadas com duas opções de calotas. Uma pequena, que cobria o conjunto de porcas e prisioneiros, feita em metal cromado com pequenos detalhes em preto fosco vinílico com a inscrição Ford marcada três vezes no centro.

A outra opção eram as chamadas “supercalotas” que cobriam as rodas por completo, feitas em alumínio polido com os rebaixos pintados em preto fosco vinílico e com o miolo em acrílico com fundo refletivo em vermelho.

 

galaxeiros

http://galaxeiros.blogspot.com.br/

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.