,!--BING Your SEO optimized title-->
Faróis de milha e farol de neblina, você sabe a diferença e quando utilizar?

Faróis de milha e farol de neblina, você sabe a diferença e quando utilizar?

A noite é comum ver muitos carros trafegando com todos os tipos de luzes acesas ao mesmo tempo, e isso, nas ruas das cidades, não nas estradas, apenas para deixar o visual do carro mais bonito e chamar a atenção, afinal, cada um tem uma utilidade específica, mas, então, faróis de milha e farol de neblina, quando utilizar?

Quando utilizar os faróis de neblina

Os faróis de neblina como o próprio nome diz, devem ser utilizados somente em locais onde há nevoeiro, pois, servem para iluminar tudo que está bem próximo a frente do veículo.

A diferença é que a iluminação é feita através de um facho de luz aberto, justamente para ajudar o motorista a se localizar na estrada, é de curto alcance, mas, bem largo, assim, consegue ter uma iluminação bem próxima ao veículo.

Os faróis de neblina não devem ser ligados quando não há nevoeiro, já que a neblina se forma a 60 cm do chão aproximadamente, e como esse tipo de luz é mais espalhada, ofusca os outros motoristas, inclusive pelo retrovisor!

 

 
Quando utilizar o Farol de Milha

O farol de milha fica próximo aos faróis tradicionais, justamente para jogar luz a longa distância, e assim, melhorar o conforto visual, já que aumenta a quantidade de luz no mesmo ponto desejado.

A visão lateral não é beneficiada, pois a luz é projetada para iluminar a frente apenas, e deve ser utilizada com cuidado, assim, como o farol alto, somente em casos de não haver outros motoristas no sentido contrário, senão pode causar cegueira temporária!

E os Faróis Auxiliares? Quando utilizar?

Existem várias marcas e tipos de carros no mercado, alguns, além dos faróis para neblina, já vem de fábrica com faróis auxiliares que são faróis de longo alcance, podem ser utilizados quando o farol alto já não é mais suficiente, ou seja, é um coadjuvante para o farol alto.

Regulagem das lâmpadas dos faróis de milha e farol de neblina

A substituição das lâmpadas dos faróis de milha e farol de neblina devem ser feitas após 400 horas de uso, isto é o que garante a qualidade na luz refletida.

Já no caso do farol de neblina é interessante frisar que não adianta apenas substituir a lâmpada, pois, o foco deve ser regulado e apontado para o chão, aproximadamente um metro a frente do carro, e caso a lâmpada não fique na posição correta, o farol de neblina não beneficiará no momento de nevoeiro, por isso, é aconselhável pedir ao eletricista para fazer essas substituições.

E aí? A matéria ajudou a diferenciar e quando utilizar?

Por favor, deixe sua opinião para nós nos comentários.

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.
Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu veículo.

DPVAT. Quem pode solicitar este seguro?

DPVAT. Quem pode solicitar este seguro?

Todo ano o motorista deve licenciar seu veículo e ainda, pagar pelo seguro obrigatório conhecido como Seguro DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre), o interessante é que grande parte da população paga sem saber sobre os benefícios que pode conseguir com o DPVAT, no caso de sofrer algum acidente de carro!

Entenda sobre a importância em pagar o Seguro DPVAT

Ao pagar o DPVAT, todo motorista que sofre algum acidente seja de carro, moto, ônibus, ou, caminhão, tem direito a receber uma indenização garantida em Lei Federal, que pode variar de acordo com o tipo de acidente sofrido que pode ser classificado como Morte, ou, como Invalidez e em ambos os casos o valor a ser pago é de R$ 13.500,00.

Já para os sortudos que sofreram algum acidente, mas, felizmente apenas ficaram hospitalizados até a recuperação, é bom que saibam que as despesas médicas como consultas e remédios no valor de até R$ 2.700,00, são também cobertas pelo DAMS (Reembolso de Despesas Médicas e Suplementares) que faz parte do Seguro DPVAT.

É bom esclarecer que o Seguro DPVAT cobre apenas os valores gastos com a vítima em decorrência do acidente, no caso, o motorista em questão, não indenizando nenhuma parte do bem material, como o veículo envolvido no acidente, nem mesmo nos casos de incêndio ou roubo.

Quem pode solicitar o pagamento do Seguro DPVAT

Não é apenas o motorista que pode solicitar a indenização do Seguro DPVAT, já que de acordo com a Lei Previdenciária, pode receber a indenização as seguintes pessoas nesta mesma ordem:

  • O próprio motorista;
  • O cônjuge ou companheiro(a);
  • Os filhos;
  • Pais ou avós;
  • Tios(as) ou sobrinhos(as) da vítima;
  • Qualquer pessoa que a vítima permitiu o direito ao reembolso.

Atenção, para acionar o seguro DPVAT não necessita de terceiros ou pagar qualquer taxa adicional. É um direito seu como cidadão.

E como requerer o Seguro DPVAT

  • Para dar entrada no pedido e requerer o Seguro DPVAT, é só apresentar os documentos como o atestado de óbito, documentos pessoais que comprovem a união entre vítima e cônjuge, comprovante de residência do beneficiário.
  • Para os casos de invalidez, é necessário apresentar um laudo pericial.
  • Quando o reembolso for solicitado a DAMS, apenas para cobrir as despesas médicas, hospitalares e medicação, precisa que sejam apresentados o receituário médico, assim, como as notas fiscais que comprovem os gastos. Portanto, não é bom sair do hospital sem antes ter em mãos, todas as documentações necessárias para conseguir o reembolso da DAMS.

Outro ponto muito importante a esclarecer, é que o Seguro DPVAT, é pago ao motorista, ou, a algum de seus familiares conforme já explicado acima, independentemente, se o motorista foi o causador do acidente ou a vítima, visto que não está vinculado as regras de trânsito, inclusive, até mesmo no caso de fuga do outro motorista envolvido no acidente, o valor ainda será pago normalmente.

Somente lembrando, que a vítima tem o prazo legal garantido por lei, de dar entrada no Seguro DPVAT, até 3 anos após ocorrido o acidente, desde que tenha todos os documentos necessários em mãos para que seja feita a constatação do fato.

 

Para saber mais sobre este seguro, acesse http://www.denatran.gov.br/dpvat.htm e tire suas dúvidas.

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.
Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu veículo.

[Informativo] Reposição de Peças para Veículos Importados no Brasil

[Informativo] Reposição de Peças para Veículos Importados no Brasil

Com o incentivo criado pelo governo com a redução de IPI, em diversos setores, houve um aumento elevado na venda de veículos zero-quilômetro, essa demanda no entanto, acabou prejudicando o consumidor, na hora de precisar dos serviços de uma mecânica, ou de uma funilaria.

O problema que está sendo encontrado, é quanto a falta de peças para reposição, já que a maioria de peças fabricadas e destinadas para este fim, vem sendo utilizada na montagem de novos veículos, para acompanhar o crescimento nas vendas iniciadas em 2012.

O consumidor em geral, está com problemas na reposição de peças como itens mecânicos como mangueiras do sistema de refrigeração do motor, partes da lataria do veículo, como capôs, acessórios obrigatórios como retrovisor.

v

Há relatos de consumidor que ficou 87 dias, com o carro parado na oficina, a espera de um capô do Citroen C3 2012, isto acabou onerando o orçamento, já que dependia do carro para ir ao trabalho, chegando a gastar R$ 50,00 por dia só em táxi.

w

Outro consumidor, teve o retrovisor quebrado, no seu Kia Picanto, e como não havia peças de reposição em estoque, a importadora demorou 3 meses para receber da Coreia do Sul, a peça para reposição.

É comum faltar peças como partes da lataria para reposição, tanto de carros importados raros, como de carros nacionais lançados recentemente, como inclusive os carros importados que já não são mais fabricados, levando aproximadamente até 40 dias, para conseguir receber a peça faltante.

 
A Anfape (Associação dos Fabricantes de Autopeças) informa que a falta de reposição de peças, deve-se ao fato de que as montadoras, não tem como atender ao mercado de montagem e de reposição ao mesmo tempo, mas, também não desejam que haja outras empresas para fazer essa parte.

 

Segundo a Anfavea (Associação das Montadoras) existe falta de algumas peças para reposição para alguns modelos de veículos somente, e que esse problema não se apresenta de forma corriqueira, visto que grande parte dessas peças são fabricadas em larga escala, e quando não são facilmente encontradas, seria devido a consumos mais elevados e esporádicos, já que os estoques são constantemente verificados.

A falta de reposição de peças é também afetada, devido ao Recall do fabricante, para a troca gratuita e obrigatória de algumas peças ou componentes, e que normalmente pode envolver cerca de até 35 mil veículos de uma única vez, indo procurar os serviços das concessionárias, o que justificaria a lentidão no pronto atendimento de peças, para os outros veículos, que não foram lá devido o Recall.

O Procon informa que sempre que o consumidor achar que está sendo lesado, devido seu veículo ficar parado aguardando peças de reposição, no prazo acima de 30 dias, ou ainda, se o prazo estipulado não for cumprido, que poderá procurar pelos seus direitos, acionando a empresa na justiça.

Caso o problema seja com a falta de peças, poderá processar o fabricante do veículo, caso o mesmo esteja sendo fabricado ainda, para modelos fora de linha, o veículo não pode ultrapassar 10 anos desde que deixou de ser fabricado o mesmo modelo.

É aconselhável que antes de acionar a justiça, ou o Procon, que o consumidor tente entrar em acordo amigável, como por exemplo, talvez conseguir um carro substituto gratuitamente, até a chegada da peça para reposição.

De qualquer maneira, todos os recibos envolvendo os serviços, desde o momento que o veículo deu entrada na Concessionária, como inclusive recibos de táxis que foram usados para locomoção, devem ser mantidos para eventuais processos indenizatórios.

Para os veículos usados comercialmente, como por exemplo táxis, pick-ups, vans, utilitários em geral, entre outros, caso fiquem parados em oficinas ou concessionárias, esperando a reposição de peças, podem entrar na justiça, e solicitar indenização devido ao prejuízo que foi causado pela interrupção do serviço.

 

 

Gostou das dicas? Queremos ouvir uma experiência sua ou de um amigo que você conheça.

Escreva nos comentários e vamos trocando informações.

Tenha um ótimo dia.

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.
Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu veículo.

APPs na manutenção de seu carro

APPs na manutenção de seu carro

Para quem perdeu mais uma vez a data para fazer algum tipo de manutenção de seu carro, é hora de aprender a utilizar seu smartphone para lembrá-lo de fazer cada uma das manutenções preventivas como troca de óleo, rodízio de pneus, além de outras, tudo para prolongar a vida útil do veículo!

E mesmo para quem não domina plenamente o celular, a maioria desses aplicativos são intuitivos, isso quer dizer que são fáceis de utilizar, dessa maneira controla os custos que vai ter no mês com o carro!

Veja abaixo alguns dos principais aplicativos, vale esclarecer que a maioria é gratuito, mesmo assim, confirme a versão escolhida antes de baixar em seu celular:

Carrorama (Android e IOS)

Com este aplicativo grátis, o usuário tem acesso a informações que vão ajudar na manutenção de seu carro e no controle de gastos como despesas de combustível, aviso sobre manutenções e as datas de serviços agendados.

Outra vantagem deste aplicativo é ter como controlar outros tipos de despesas como taxas, impostos, pedágios, gastos com estacionamentos, além de informar com antecedência, a data de vencimento da habilitação e do documento do carro.

aCar (Android)

Outro aplicativo grátis encontrado somente no sistema operacional Android, e tem as mesmas funcionalidades, o diferencial é que tem suporte a localização por GPS, isso ajuda muito no momento que precisa saber em quais postos de combustíveis abasteceu nas últimas vezes, além de informar quais os postos estão mais próximos do local.

Fique atento na hora de baixar o aplicativo, devido ter disponível duas versões, a grátis, conforme informamos acima com a localização por GPS, e outra versão a pagamento, pois, vem com opções mais avançadas.

Fuelly (Android, IOS e Web)

O aplicativo Fuelly é mais uma opção para ajudar na manutenção de seu carro, e o diferencial é que além de ser encontrado nos sistemas Android e IOS, também tem uma versão Web, assim, quem não gosta de escrever no minúsculo teclado do celular, pode deixar para preencher todos os dados no momento que estiver em frente ao computador, e ainda, pode compartilhar as informações nas redes sociais!

Carango (Android)

Este também é outro aplicativo grátis exclusivo para os usuários do Android que ajuda a controlar os gastos no consumo de combustível, calcular a quilometragem, data para a manutenção de seu carro, além de custos, despesas, estatísticas, entre outros!

O estresse diário acaba deixando o veículo em segundo plano, só que é a melhor maneira de evitar gastos com quebras ou desgastes de peças, por isso, vale a pena instalar um dos APPS para a manutenção de seu carro ficar em dia!

Gostou da matéria?
Compartilhe sua experiência conosco sobre esses e outros APPs que você utiliza.
Estamos curiosos para saber sua opinião.

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.
Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu veículo.

Nova placa em 2017. Esteja atualizado.

Nova placa em 2017. Esteja atualizado.

A partir de 2017 os motoristas serão obrigados a trocar as placas de seus veículos de acordo com o padrão único do Mercosul, conforme norma definida pelo Conselho Nacional de Trânsito, CONTRAN, a qual já foi publicada no Diário Oficial da União.

Essas alterações terão início já no próximo ano, mas, de acordo com a expectativa e demanda do mercado, essa demora para ter todos os veículos em circulação com a nova placa, provavelmente se estenda

até 31 de dezembro de 2020.

Na realidade essa mudança deveria ter sido implantada neste ano, mas, foi adiada para ter início em 2017, de qualquer maneira, a finalidade para a troca de novas placas, é criar um visual único para os países do bloco, dessa maneira, haverá a facilidade de realizar um número maior de combinações conforme explicado abaixo. Confira:

veja na integra pelo site do DENATRAN – Departamento Nacional de Trânsito essa resolução.

Resolução Nº 510 de 27 de Novembro de 2014.

Nas novas placas a serem adotadas a partir de 2017 terão as seguintes modificações:

Uma das diferenças significativas é em relação a quantidade de números e letras. Hoje em dia as placas têm 3 letras e 4 números, a partir de 2017 as placas terão 4 letras e 3 números, além de estarem embaralhadas no visual, como já acontece em vários países da Europa;

As cores que a nova placa em 2017 terá, também é outro fator determinante. O fundo sempre será na cor branca, mas, as letras e números serão em cores diferentes entre as categorias conforme mostrado abaixo:

  • Veículos de passeio, terão letras e números na cor preta;
  • Veículos comerciais, na cor vermelha;
  • Veículos em teste, na cor verde;
  • Veículos diplomáticos, na cor dourada;
  • Veículos de colecionadores, na cor prateada;

Outra mudança no visual, acontece onde aparecem o nome do Estado e cidade. O país ficará na parte superior da patente, sobre uma barra azul. Já o nome da cidade e do Estado ficarão na lateral direita, junto aos respectivos brasões.

O tamanho da nova placa em 2017 será o mesmo da atual, ou seja, 40 cm de comprimento por 13 cm de largura.

Para evitar tentativas de falsificações, a nova placa em 2017 terá marcas d’água onde constará o nome do país e do Mercosul, grafadas na diagonal ao longo das placas, a fim de complicar falsificações, além de uma tira holográfica do lado esquerdo e um código bidimensional com a identificação do fabricante, a data de fabricação e o número serial da placa.

Inicialmente a nova placa em 2017 começará pelos novos emplacamentos, e para os carros já emplacados, por enquanto, ainda, é opcional.

Gostou da matéria?

Converse conosco nos comentários, continue nos acompanhando semanalmente com novas matérias e compartilhe para mais pessoas possam ficar bem informadas.

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.
Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu veículo.

Quando trocar a corrente do motor?

Quando trocar a corrente do motor?

A corrente do motor, mais conhecida como correia dentada, é uma peça fundamental para o funcionamento do veículo, isso porque no caso de partir, não tem como fazer o carro pegar nem mesmo no tranco, o pior é que não apresenta sintomas que vai pifar!

A melhor maneira de evitar ser pego em situações como essa, é saber quando trocar a corrente do motor, por isso, separamos algumas dicas que certamente vão ajudar.

Veja no vídeo a seguir algumas dicas muito relevantes do nosso amigo Doutor Carro.

Muito importante para você que faz troca da correia dentada.

Antes de começar o serviço.

Veja quais são:

Sempre que um veículo atinge 40 mil quilômetros, é o momento exato de checar em que condições a correia se encontra, se ainda estiver boa, pode aguardar para que a troca seja feita ao atingir 50 mil quilômetros, mas, no caso de esticar esse prazo ainda mais, a correia enfraquece e pode romper, isto, com certeza, vai pesar no bolso!

Alguns especialistas recomendam inclusive, que essa verificação não seja feita somente a partir dos 40 mil quilômetros rodados, e sim, a cada 10 mil quilômetros, ou, até mesmo de 6 em 6 meses.

E não basta apenas trocar a corrente do motor, outras partes devem ser vistoriadas também, claro, que isso, pode variar de carro e modelo, mesmo assim, deve ser feita uma revisão do conjunto que é a transmissão de força, composto por polias e tensionadores.

Embora, a sugestão seja para trocar a corrente do motor a partir dos 10 mil e até 40 mil quilômetros, o ideal é sempre observar a orientação fornecida pelas montadoras que constam no manual do proprietário pois, geralmente são a partir dos 50 mil ou em média a cada 3 anos.

Existem veículos que são fabricados com outro dispositivo no lugar da correia, são as correntes de comando, executam a mesma função, só que a manutenção é diferente.

A vantagem da corrente de comando é que não necessita de checamento de forma preventiva, mas, no caso de apresentar problemas pode ser trocada, ou, até mesmo, quando o motor for retificado.

As correntes de comando são mais resistentes, e chegam até 100 mil quilômetros. Tem manutenção periódica que é a troca do lubrificante, pois a corrente metálica é lubrificada pelo próprio óleo do motor, e como o tensionador é hidráulico, precisa da pressão suficiente do sistema para ajustar a corrente de forma eficiente.

Para saber qual tipo de corrente do motor tem seu veículo, o melhor a fazer é ir até uma das lojas de Autocenter e levar junto o manual do veículo, assim, o mecânico pode orientar qual a data correta para a troca.

Caso não possua o manual, pesquise junto ao site da montadora do seu veículo e procure um profissional da área para lhe auxiliar.

Vídeo bacana com um profissional dando dicas sobre correia dentada.

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.
Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu veículo.

A escolha correta de insufilm para o seu carro.

A escolha correta de insufilm para o seu carro.

O insulfilme é uma película protetora que serve para manter o interior do veículo livre da ação dos raios solares, isto significa que filtra o excesso de calor, protege o painel e bancos, e no caso de trinca de vidro impede que soltem os cacos, além disso tudo, reforça a segurança do veículo já que não é possível saber quantos ocupantes estão dentro!

Na verdade, vem sendo cada vez mais instalado em cidades onde o índice de assalto preocupa o cidadão, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Curitiba, o fato, é que o insulfilme geralmente em tons mais escuros, impede que as pessoas que estão fora do carro consigam enxergar dentro do veículo.

Embora possa parecer uma questão de falsa segurança, certamente pode inibir a aproximação de maus elementos já que além de não ter certeza de quantas pessoas estão no interior, não conseguem visualizar itens fáceis de roubo, como bolsas, notebooks, celulares, maletas, que geralmente estão sobre os assentos.

Agora que já entendeu da praticidade em ter um carro filmado, é preciso saber que não basta chegar na loja de acessórios automotivos e mandar instalar, tem regras que devem ser observadas e seguidas a risca, senão dá multa e muita dor de cabeça!

Para quem está pensando em colocar insulfilme, a 1 ª ideia é deixar os vidros do carro bem escuros, só que antes de mais nada, é bom saber que o motorista ao entrar em locais com pouca claridade, como garagens por exemplo, ou dirigir a noite, sofre bastante porque a visão é quase zero, por isso, torna-se difícil até olhar pelos retrovisores!

Então analise antes, para não se arrepender, senão, o preço para retirar a película é outra facada!

Para os motoristas que não querem ter problemas, é preciso escolher uma cor de película que seja permitida pelo CONTRAN, Conselho Nacional de Trânsito, pois, existem limitações máximas quanto ao tom permitido para cada tipo de vidro, e no caso de colocar acima, é multado e ainda, perde 5 pontos na CNH.

Saiba agora como escolher o insulfilme para seu carro

  • O tom escuro do vidro dianteiro pode ser até 25%, ou seja, precisa haver 75 % de transparência. Esse percentual já protege o interior do veículo contra os raios do sol. Dessa maneira, policiais também tem a visão de todos os ocupantes ao passar por alguma blitz;
  • A janela do motorista pode ser escurecida até 70% da visibilidade;
  • Os vidros traseiros podem ser escurecidos até 28% da visibilidade.

Já os tipos de insulfilmes encontrados para comercialização são:

  • G5, G20, G35, e G50, sendo que o G50 é o mais claro, e o mais escuro é o G5

É aconselhável que os carros filmados para facilitar a visão principalmente a noite, devem estar sempre com os vidros limpos, senão pode atrapalhar principalmente na parte de trás.

Alguns motoristas para ter um veículo com uma estética mais arrojada, preferem colocar insulfilme em cores refletivas, mas, é preciso frisar que esses tipos de películas não são aconselhados peloCONTRAN, visto que em dias ensolarados podem causar reflexos em outros motoristas.

Última dica que vale ou conferir;

Sempre pergunte ao vendedor quais tipos de película (insufilme)  ele tem a disposição.

Caso só tenha uma, desconfie. Pesquise outro representante com mais de uma opção, pois assim como qualquer outro produto, o mercado apresenta sempre a versão básica e pelo menos uma mais avançada.

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.
Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu veículo.

A criação do pneu e suas variações

A criação do pneu e suas variações

Como surgiu o 1º Pneu

O 1º pneu inflado a ar, foi inventado em 1.888 pelo escocês John Boyd Dunlop, e simplesmente ele utilizou rodas de madeira, que eram usadas antigamente, e encapou-as com lonas grossas e algumas alças de borrachas.

Primeiro, ele fez o teste utilizando esses pneus encapados, em triciclos, como não encontrou nenhum ponto negativo, passou para o 2º teste em uma bicicleta, só que desta vez, acrescentou pedaços de borrachas para prevenir derrapagens, e devido ao excelente resultado, ficou como marco na história dos pneus.

Com o passar dos anos, foram surgindo outras marcas famosas que também foram algumas patenteadas com os nomes de seus criadores como, em 1891 C.K.Welch, no mesmo ano os Irmãos Michelin, em 1904 Firestone e Goodyear, e a partir de 1928 a Dupont.

Quais os Tipos de Pneus

Existem vários tipos de pneus, cada um deles é específico para certo tipo de veículo, cada um com suas respectivas funções, a diferença entre eles, está na fabricação, são os Pneus Diagonais, Pneus Radiais, Pneus Diagonais Cinturados, Pneus sem Câmara, Pneus com Câmara.

O que são Pneus Diagonais

Nos Pneus Diagonais as camadas de material têxtil utilizadas na fabricação, são colocadas na diagonal, formando um ângulo de 40°da linha central até a banda de rodagem, só que apesar de apresentar uma utilização estável, esse tipo de pneu, vem sendo cada vez menos utilizado, perdendo espaço para o os Pneus Radiais.

O que são Pneus Radiais

Já os Pneus Radiais na hora da fabricação, recebem cordas metálicas com ângulo de 90°, e correm em uma linha radial ou direta, através de um talão para outro, pela banda de rodagem, e ainda, graças a sua estrutura, permite que o veículo atinja velocidades mais altas.

O que são Pneus Diagonais Cinturados

Os Pneus Diagonais Cinturados, foram fabricados com uma cintura parecida com do Pneu Radial, o que teria melhorado muito a dirigibilidade,  principalmente na hora de manobras, mas, mesmo assim não chegou a ser muito utilizado.

O que são Pneus sem Câmara

A ideia inicial de ser fabricado pneus sem câmara, foi pensando no motorista, que dirige em velocidades mais altas, o fato de correr e acontecer um furo no pneu, poderia causar acidentes graves.

Pensando nisso, em vez de uma câmara cheia de ar dentro do pneu, a camada interna, é revestida por borrachas especiais, com baixa permeabilidade de ar, a qual consegue prevenir vazamentos de ar do pneu.

Isto quer dizer, que mesmo que o pneu seja furado com um prego durante o trajeto com o veículo, o ar não sairá de uma vez, o que causaria transtornos com a troca do pneu, mas, mesmo que o pneu comece a baixar lentamente, é aconselhado fazer o conserto ou a calibragem do mesmo.

Esse tipo de pneu, requer uma atenção a mais pelo motorista, pois, a calibragem deve ser feita semanalmente para garantir a segurança, a tranquilidade do motorista, e a durabilidade do pneu.

Quais as desvantagens do pneu com Câmara

  • Sempre que houver furos o pneu esvazia rapidamente, nesse caso não deve nais andar com o carro, porque vai estragar o pneu, e ficará inutilizado.
  • Ao trafegar em ruas de terra, com pedrinhas ou cascalhos, todo cuidado é pouco, porque pode furar o pneu, e a câmara.
  • A câmara para ser consertada, deve ser colocado um remendo chamado de manchão, se houver muitos deles na câmara, o pneu ficará desbalanceado, inclusive, não terá como fazer balanceamento nesta roda.
  • A própria roda se estiver torta pode causar vazamento do ar na câmara do pneu.
  • Deve ser evitado trafegar em ruas que tiveram feiras livres no dia, pois, sempre existem a possibilidades de haver pregos caídos, podendo assim, ocasionar furos nos pneus.

Quais as vantagens do Pneu sem Câmara

  • Não é necessário a utilização dentro do pneu de uma câmara de borracha, e o ar fica acondicionado diretamente dentro do pneu.
  • Outra vantagem, em caso de furar, é possível andar com tranquilidade até o borracheiro para o reparo do pneu, porque ele não esvazia de imediato.
  • Agiliza o serviço do borracheiro, pois, não precisa desmontar o pneu para retirar a câmara, consertar, colocar novamente, e ainda, calibrar.

Além das novas invenções e evolução que a ciência desenvolve diariamente.

Veja alguns exemplos que vai surpreender você.

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.
Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu veículo.

Por que trocar o óleo do motor?

Por que trocar o óleo do motor?

É errado acreditar que o óleo lubrificante de um carro mesmo que passe a maior parte do tempo encostado na garagem, não tem a necessidade de ser trocado antes de completar a quilometragem proposta pelo fabricante do produto!

O problema é que embora a quilometragem esteja longe de ser atingida, o fato do carro não ser movimentado frequentemente, faz o lubrificante perder as propriedades a que foi destinado que é justamente manter a suavidade no motor evitando o atrito entre as partes metálicas.

Muita gente pode se perguntar então, e quanto as embalagens fechadas nas lojas ou postos especializados que ficam por meses ou anos estocadas, porque não perdem a validade?

Acontece que as embalagens de lubrificantes enquanto não são abertas, mantêm o produto inalterado já que não entrou em contato com o ar, e nem com as peças metálicas dentro do motor, nesse caso, a única data de validade será exatamente a impressa na embalagem.

Claro que mesmo assim, as embalagens mantidas em estoque devem estar longe da umidade para não criar nenhum tipo de bolor na embalagem, caso contrário o produto também pode deteriorar antes mesmo de ser utilizado, por isso, observe sempre a condição das embalagens antes do frentista abastecer o motor de seu veículo.

Em casos de veículos estacionados na garagem há muito tempo, é recomendado que seja feita a troca de óleo há cada 6 meses, essa é a melhor maneira de deixar o motor em condições de rodar sem que apresente possíveis problemas, pois, o óleo pode ressecar e acaba perdendo as propriedades de viscosidade, além de forçar o motor a trabalhar fora das especificações, causando a perda de potência e superaquecimento.

É bom frisar que normalmente um veículo leve consome de 300 a 500ml de óleo a cada 1000 km, principalmente pelas folgas do motor e pela queima parcial na câmara de combustão, por isso, o ideal é verificar o nível do óleo sempre que abastecer, assim, como a troca deve acontecer a cada 5 mil km ou a cada 6 meses.

Outras situações podem exigir verificações constantes no nível do óleo, já que pode baixar rapidamente conforme mostrado abaixo, confira:

  • Veículos que usam reboque;
  • Veículos que sempre trafegam com capacidade máxima;
  • Trafegam por estradas de terra com muita poeira;
  • Trafegam muito tempo em marcha lenta no trânsito pesado diariamente;
  • São usados somente em trajetos curtos, inferiores a 6 km, isto impede o correto aquecimento do motor;
  • Permanecem parados mais de 6 meses;

O melhor momento para checar o nível do óleo é pela manhã, antes de ligar o carro. Caso o nível esteja abaixo da marca, solicite no posto que complete somente o necessário. Assegure-se de não colocar demais, senão pode causar um falso vazamento no motor.

Uma dica é ter na garagem uma lata de óleo lubrificante para que você mesmo complete, assim, pode ir no posto apenas para abastecer, e assegure-se de não misturar ao mesmo tempo óleos de marcas diferentes no motor, já que as fórmulas não são iguais, e isso, com o tempo pode causar corrosão.

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Celular e Direção não combinam

Celular e Direção não combinam

Já teve tempo de parar e prestar atenção nos pedestres que passam para lá e para cá, nos motoristas de carros, de ônibus, e até nos motociclistas? O que eles tem em comum, ou seja, o que estão fazendo a maior parte do tempo? Estão ligados, conectados ao celular, lendo as mensagens recebidas ou respondendo!

Pode parecer uma simples atitude, mas, basta desviar só um pouquinho o olhar do carro da frente, do pedestre que resolveu passar, ou pior, do semáforo que passou para o vermelho, e pronto!

Outro acidente causado pelo celular!

Os índices de acidentes como colisões traseiras, e atropelamentos, tem crescido muito ultimamente devido ao uso do celular enquanto dirige, embora essa distração pese no bolso do motorista com uma multa de R$ 85,13 além de perder 5 pontos na carteira de habilitação, parece que mesmo assim, não é motivo de preocupações!

Os motoristas talvez não saibam que só o fato de espiar quem enviou uma mensagem enquanto dirige, já pode dar início a um acidente grave, pois, essa espiada significa que durante 23 segundos não está vendo o carro da frente, nem o pedestre, o motociclista, nem o caminhão que resolveu mudar de faixa, sinalizou e não viu!

Resumindo, 23 segundos olhando somente o celular para quem estiver dirigindo a 60 km/h, significa que durante 380 metros é como se tivesse dirigido de olhos fechados, e no caso de estar a 100 km/h, seriam 640 metros andando as cegas, imagina se estivesse a 120 então!

Vale ressaltar que celular e direção, aumenta as chances de acidentes em até 23 %, por isso, em média 25 mil motoristas são multados por ano por estar com o celular na mão, mandando ou lendo mensagens, já que o bluetooth é um dos acessórios ideais para atender ligações sem cometer infrações!

Infelizmente, a atenção ao celular pode ser a causa de outros tantos atropelamentos, e nesses casos a própria vítima é a culpada, já que homens e mulheres, principalmente os jovens, atravessam ruas e avenidas, sem olhar se o sinal está aberto para atravessarem, e nesses casos sobra para o motorista que de repente se depara com alguém na frente de seu veículo!

O motorista que sabe dos riscos de celular e direção, e fala ao celular somente via bluetooth enquanto está dirigindo, não significa que está livre de acidentes, visto que estudos comprovam que durante alguns segundos, fica pensando no teor da conversa, e isso, também desvia a atenção da rodovia.

Portanto, celular e direção, dá multa, e pode matar também! Pense bem, se vale a pena usar!

O que resolve mesmo é parar o veículo e atender o celular.

Se não puder parar quer dizer que a ligação pode esperar.

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, Estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Som Automotivo. Qual devo Instalar?

Som Automotivo. Qual devo Instalar?

Som Automotivo

A moda hoje em dia, é a customização dos veículos,  isto significa que cada vez mais, o motorista quer diferenciar seu veículo, pois, gosta de ser olhado e notado, para isso vale incrementar o carro turbinando com acessórios, as vezes até mesmo proibidos por lei, e a sonorização instalada, é uma das prioridades de consumo.

Veja alguns tipos de Som Automotivos

Kit de Fábrica

O Som Básico conhecidos como Kit de fábrica, como o nome diz, é um som básico, com altos falantes, do tipo simples, sem agudos, graves, ou balanço, é o som para quem prefere ouvir a músicas de um CD, cartão de memória, ou, do rádio, e poder conversar e ouvir os passageiros ao mesmo tempo, mesmo assim, é considerado um som de qualidade.

Kit de Fábrica de Carros de Luxo x Kit de Fábrica de Carros Populares

É claro, que o kit de fábrica que acompanha os carros de luxo, não tem comparação aos Kit de Fábrica, que vem com os carros chamados carros populares, já que são superiores em marca, qualidade, e potência, além pé claro dos equipamentos que já vem instalados de fábrica.

Paredão de Som ou Trio Elétrico

Já o Paredão de Som, também conhecido como Trio Elétrico é feito realmente para agitar o público, já que o som é ampliado pelo altos falantes do tipo woofer, com batidas secas, podendo ser com cornetas e tweeters, além de serem alimentados por vários amplificadores, potencializando gigantescamente o som emitido.

Som dentro do Porta Malas

Este tipo de som, pode ser visto ultimamente pelas ruas de várias cidades, onde dentro do porta-malas, os altos falantes são instalados, em carros de todos os tamanhos, tendo que o veículo andar com a tampa do porta-malas aberto, para emissão sonora e eficaz, que poderá ser ouvida a quarteirões de distância.

Acessórios para o Som

Este mesmo som, ao ser instalado sobre imensos caminhões, caçambas hidráulicas de picapes, recebem o nome de também de Paredão do Som, e tudo que precisa para ficar o som de qualidade e extremamente potente, é da instalação dos wofers, dos subwofers, de tweeters, de amplificadores, de drivers, além de cabos reforçados com plugs modernos, e acima de tudo, com acabamentos acústicos especiais para ouvir somente o som dos altos falantes.

Qualidade de Equipamentos de Som x Mídias Originais

Qualquer que seja o tipo de som escolhido como o simples Kit de Fábrica que acompanha o veículo zero, a eficiência e a qualidade do som obtido, depende das marcas e da qualidade dos componentes já instalados, e também da qualidade das mídias escolhidas como DVD, CD, pendrives e demais componentes, por isso, dê sempre preferência a mídias originais, que garantem inclusive a durabilidade do som de seu carro.

Multa de R$ 123,69 Acima de 104 Decibéis

Quanto ao Paredão de Som, ou o Trio Elétrico, é aconselhável antes de investir na instalação do som, que seja verificada a Lei do Contran, já que a altura de som máximo permitida é de ATÉ 104 decibéis, acima, a multa é considerada grave, 5 pontos na CNH e o valor R$ 127,69.

Dicas para o Som com Qualidade

A dica para ter uma boa qualidade de som dentro do veículo, vai depender, não só da marca dos equipamentos e acessórios, como também de uma boa instalação, portanto, procure sempre lojas especializadas no ramo, e tanto na hora da compra, como de instalar, pesquise antes, para obter o melhor custo-benefício.

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, Estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Carro “fumando”?! Aprenda a identificar a causa.

Carro “fumando”?! Aprenda a identificar a causa.

Os veículos depois de aquecidos não devem soltar qualquer tipo de fumaça, já que isso pode indicar que está havendo a queima do óleo do motor durante o processo de combustão.

 

A melhor maneira de evitar qualquer fumaça saindo do escapamento, seria na próxima troca, escolher um óleo mais estável e sintético, se mesmo assim, o aparecimento da fumaça persistir, seria bom tentar diagnosticar de qual parte do motor essa fumaça vem sendo gerada.

 

Cada cor de fumaça expelida pelo escapamento, pode indicar onde está sendo produzida, podendo ser nas cores, branca, preta ou cinza, e para entender melhor e saber o que fazer, basta seguir as dicas logo abaixo. Confira:
Fumaça na cor branca

fumaca-branca

Quando o carro começa a soltar fumaça na cor branca, pode significar que de alguma forma, tem água entrando para dentro do motor. Veja o que fazer:

 

  • Verifique a cabeça do cilindro e a junta do cabeçote, a fim de achar algum vazamento;
  • Procure pelo recipiente de reserva de líquido de arrefecimento, e no caso de não ter, o radiador;
  • Espere o motor esfriar bem para retirar a tampa, então é só acrescentar um selante de bloco no reservatório de líquido refrigerante;
  • Tampe novamente, e só então ligue o carro. O selante utilizado conhecido também como água de vidro, vai servir para vedar alguma fissura ou rachadura que podem estar causando o vazamento.

 

Fumaça na cor cinza

fumaca-cinza

 

Já para casos em que a fumaça expelida é na cor cinza, pode parecer trabalhoso, mas, sem dúvida, resolve o problema, que será trocando todo o combustível que encontra-se dentro do tanque, claro, que é melhor gastar quase tudo, pois, o combustível retirado deve ser descartado. Veja como fazer:

 

  • Comece abrindo a tampa do tanque de combustível;
  • Introduza dentro do tanque de combustível uma mangueira, a fim de retirar todo o combustível, através de uma sistema de sucção;
  • Jogue um pouco de combustível limpo dentro do tanque para soltar as sujeiras depositadas no fundo;
  • Em seguida, coloque um pouco de combustível novo e tampe novamente, somente o suficiente para chegar até o posto de serviços e completar o tanque.

 

Fumaça na cor Preta

São Paulo, SP. 01.03.2002. 14h. Foto: Juca Varella/Folha Imagem. Digital -- Ônibus com motor desregulado transitando pela Av. Ibirapuera, soltando rolos de fumaça.

fumaca-preta2fumaca-preta3

A fumaça que sai pelo escapamento na cor preta pode estar sendo originada pela válvula de recirculação de combustível do escapamento (RGE), perto do coletor de admissão, que pode estar entupida com fuligens, e nesse caso, deve ser limpa, ou trocada. Veja como proceder:

 

  • Localize a válvula RGE;
  • Aplique um lubrificante penetrante em todo o entorno da válvula;
  • Desconecte a linha de vácuo da válvula RGE;
  • Remova a linha de água para o lado do motorista do local da válvula, deixe que a água seja drenada para um balde;
  • Remova os parafusos da válvula;
  • Remova a instalação do coletor do escapamento;
  • Siga o tubo do escapamento da válvula RGE até a câmara de entrada e desconecte-o. Remova a válvula RGE;
  • Limpe a válvula RGE com gasolina, e caso não saia limpa, deverá ser substituída;
  • Reconecte a válvula RGE após a limpeza ou substituição.

 

Caso siga esses procedimentos e o problema persistir, leve o carro ao Autocenter de sua confiança!

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, Estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tem qualquer objecção à exibição de qualquer imagem e notícias, pode ser trazido ao nosso conhecimento através do envio de e-mail (contato) e o mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.

Lançamentos de carros em 2016

Lançamentos de carros em 2016

Carros completamente novos, troca de gerações, versões e evoluções, vários lançamentos de carros em 2016 agitam o mercado automotivo no País.

 

 

As principais montadoras estão lançando novos modelos, embora o mercado venha apresentando uma queda acentuada de vendas desde 2014 no mercado automobilístico.

No seguimento de picapes o lançamento mais esperado para 2016 é da montadora Fiat, trata-se da picape Fiat Toro com porte entre as médias e as compactas, chega no mercado com a mesma base mecânica do Jeep Renegade, motor 1.8 flex, e 2.0 turbodiesel, as versões mais sofisticada tem tração 4×4.

nova-montana-2017-01-1

Já a nova geração da Chevrolet Montana terá novo visual inspirado no Cruze e a plataforma do Onix.

A Nissan lança o Kicks, o novo utilitário esportivo que será fabricado em Resende, no Rio de Janeiro, e será fabricado com o mesmo motor do March 1.6 flex de 16 válvulas.

nissan-kicksnissan-kicks-interior

A nova Ford Ranger 2017 vem com motor Flex Duratec 25 e recebeu um novo sistema eletrônico de partida, está com visual renovado e boa usabilidade, com cinto de segurança com alerta sonoro, e 7 air-bags em todas as versões.

ford-ranger-limited

Já o modelo a diesel terá duas versões para escolher, a mais barata com motor 2.2 Duratorq com 160 CV de potência, e a versão mais estilizada vem com motor 3.2 com 200 CV de potência.

O Kia Sportage continua com o motor 2.0 de 178 CV de potência e câmbio automático com seis velocidades.

kia-sportage-2016

A Land Rover Range Rover Evoque, trará a versão conversível disponível somente com duas portas, mantendo o motor 2.0 turbo com 240 CV de potência, câmbio automático de nove marchas.

Range-Rover-Evoque

A Toyota Hilux SW4, vem com motor 2.8 turbodiesel de 177 CV de potência, terá um designe mais esportivo e dinâmico, em breve será lançado na versão flex.

Toyota-Hilux-SW4-2016-6

O Volkswagen Golf de modelo nacional fabricado em São José dos Pinhas PR, perderá o câmbio DSG e a suspensão traseira multilink, que equipava os modelos fabricados no México e Alemanha, o DSG será substituído pelo câmbio Triptronic e a suspensão por eixo de torção, o modelo vem com motor 1.6 MSI.

golf_brasileiro_comfortlineVW-Golf-Comfortline-1

A nova geração do Honda Civic, será renovado com designes traseiros mais esportivos e ousados, vem com motor turbo conjugado 1.8 tem 174 CV de potência, com câmbio CVT, rodas de liga leve, aro 16, suspensão dianteira MacPherson e traseira Multi-link. Já as versões com motor turbo 2.0 flex serão mantidas.

Honda-Civic-2017-1.5-turbo-novo-18honda-civic

Nos compactos a novidade será o lançamento do Fiat Mobi versão hatch que une conectividade, versatilidade design, motor 1.0 Fire de 4 cilindros,é flex, câmbio manual de cinco marchas, chega ao mercado para substituir o Fiat Mille, a versão mais básica, é o modelo Easy.

fiat_mobi_likeon_009

Vem com air-bags frontais, freios ABS, banco traseiro bipartido, rodas com calotas de aro 13 polegadas, e ainda, com computador de bordo. Como opcional pode vir com travas e vidros elétricos.

Os modelos mais elaborados são as versões Like, Like On, Way e Way ON.

Os lançamentos de carros em 2016, alguns modelos já estão a venda nas concessionárias, outros somente no 2 º semestre.
Deseja ver outros modelos e marca de fabricantes de carro por aqui?

Deixe seu comentário.

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, Estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tem qualquer objecção à exibição de qualquer imagem e notícias, pode ser trazido ao nosso conhecimento através do envio de e-mail (contato) e o mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.

Entenda porque não é fabricado carros de passeio a diesel no Brasil

Entenda porque não é fabricado carros de passeio a diesel no Brasil

diesel ou gasolina

Alguma vez se perguntou porque não existem veículos de passeio a diesel no Brasil? Na verdade é o único país do mundo onde não é permitido a comercialização deste produto, e isso, é desde 1976, quando ficou proibido a fabricação de carros de passeio a diesel, devido a criação do ProÁlcool, onde a ideia inicial era substituir a maioria da frota veicular que funcionavam a base de combustíveis derivados do petróleo, devido a crise do petróleo que aconteceu em 1973.

Em outros países os motoristas têm a opção de escolher carros mais econômicos movido a diesel, como na Argentina por exemplo, 35% da frota é movida a diesel, enquanto na Europa, é possível afirmar que metade da frota dos carros de passeio também.

 

carros e velocimetro

 

Na realidade para os europeus optar por carros de passeio a diesel é sem dúvida a melhor saída, visto que a diferença entre esses dois combustíveis é gritante, algo acima de 200%, além disso, o carro com motor diesel é até 30% mais econômico que o motor a gasolina, já que podem gastar 8 l/100 km, ou 12,5 km/l, podendo chegar a 3,5 l/100 km, ou 28,5 km/l em percurso urbano! Isso, sim é economia!

Fazem exatamente 40 anos que os carros de passeio a diesel são proibidos no Brasil, sendo que esse combustível abastece apenas caminhões, ônibus, picapes com capacidade de carga superior a 1.000 kg e utilitários com tração 4×4 e reduzida como picapes médias, SUVs e Crossovers.

 

PreciovsPreco1

 

Motivos que levaram o Brasil a optar pela Gasolina e/ou Álcool

Até o ano de 1976, 98% da frota veicular no Brasil era movida a derivados de petróleo, por isso, era necessário importar 78% do petróleo consumido, e para agravar mais essa situação, logo após a crise do petróleo ocorrida em 1973, o preço do barril saltou de US$ 11,20 para US$ 53,90, assim, o custo de importação passou de US$ 600 milhões em 1973 para US$ 2,6 bilhões em 1974, gerando um aumento de US$ 48 bilhões na dívida externa brasileira entre 1973 e 1980!

 

barril de petroleo

 

Claro que também na época, os carros de passeio a diesel não eram muito procurados, visto que eram barulhentos demais, e soltavam poluentes na atmosfera, já que o diesel era de cor escura, o que hoje seria inadmissível devido à agressão ao meio ambiente!

Hoje existe o chamado diesel limpo, S-10 e S-50, que tem menor concentração de enxofre, menos poluentes, menor emissão de gases causadores do efeito estufa, assim, quem sabe, a fabricação de carros de passeio a diesel no Brasil venha a ser liberada algum dia!

 

diesel

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, Estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tem qualquer objecção à exibição de qualquer imagem e notícias, pode ser trazido ao nosso conhecimento através do envio de e-mail (contato) e o mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.

Lavar o motor para quê? – Revista Reparação Automotiva

Lavar o motor para quê? – Revista Reparação Automotiva

Um belo exemplo do que pode acontecer com seu carro se não for bem cuidado.

reparacao-automotiva-lavar-o-motor-para-que3

 

nosso produto

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, Estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tem qualquer objecção à exibição de qualquer imagem e notícias, pode ser trazido ao nosso conhecimento através do envio de e-mail (contato) e o mesmo será ser removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.

As aparências NÃO enganam – edição de Março 2016

As aparências NÃO enganam – edição de Março 2016

Leia a matéria super interessante que saiu na Revista  Reparação Automotiva de Março 2016.

reparacao-automotiva-as-aparencias-nao-enganam

 

Sempre é bom estar atento aos detalhes, tanto para manutenção de seu empreendimento como a mensagem passada a seu clientes.

 

nosso produto

 

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, Estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tem qualquer objecção à exibição de qualquer imagem e notícias, pode ser trazido ao nosso conhecimento através do envio de e-mail (contato) e o mesmo será ser removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.

São Paulo ganhou com a velocidade de 50 km/h?

São Paulo ganhou com a velocidade de 50 km/h?

Esta é uma pergunta que muita gente se faz até hoje, e certamente, grande maioria das pessoas que gostam de pisar fundo no acelerador, não aceitou ainda esta ideia!

reducaomarginal-abre-1

 

O fato é que São Paulo realmente ganhou com a velocidade de 50 km/h que foi implantada durante o ano de 2015, mesmo sendo duramente criticada, já que conforme a Companhia de Engenharia de Trafego, a CET, é visível observar que houve uma redução na quantidade de acidentes, e isso, logo após as vias terem a velocidade máxima reduzida para 50 km/h, inclusive, algumas ruas mais ao centro, foram reduzidas a 40 km/h!

 

logo-cet-e-pref

 

A velocidade de 50 km/h começou a ser implantada em São Paulo nas marginais onde o índice de acidentes era maior, por isso, a partir de 20 de julho de 2015, os limites de velocidades nas marginais foram reduzidos de 90 km/h para 70 km/h nas pistas expressas, onde o índice de acidentes caiu em 22,23%.

 

placa-de-velocidade-permitida-50km

 

Já nas pistas centrais a redução foi de 70 km/h para 60 km/h, onde a redução foi de 14,29%, e nas pistas locais, a velocidade foi reduzida de 60 km/h para 50 km/h, onde a redução observada foi de 16,67%, até mesmo os veículos pesados como ônibus e caminhões nas marginais, tiveram reduzidas a velocidade de 70 km/h para 60 km/h.

 

exemplos-de-reducao-de-velocidade-no-mundo

 

O objetivo principal que seria a redução de acidentes e de mortes, foi alcançada, embora muitos atribuem os congestionamentos devido a redução da velocidade principalmente nas marginais, mesmo assim, é possível dizer que São Paulo ganhou com a velocidade de 50 km/h que logo após ser implantada nas marginais, foram se estendendo para as ruas dos bairros, por isso, hoje é difícil encontrar alguma via na cidade onde seja permitido andar a mais de 50 km/h.

 

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, Estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tem qualquer objecção à exibição de qualquer imagem e notícias, pode ser trazido ao nosso conhecimento através do envio de e-mail (contato) e o mesmo será ser removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.

ONDE PODEMOS VERIFICAR O DESGASTE DO VEÍCULO

ONDE PODEMOS VERIFICAR O DESGASTE DO VEÍCULO

Sempre que o carro começar a apresentar problemas na hora de ligar, como demora a dar a partida, apresentar falhas na hora do arranque, fazer barulhos estranhos, seja no motor, ou nas rodas, ou ainda, notar que o consumo de combustível está cada vez mais elevado, é a hora de levar o carro para fazer uma revisão em um AutoCenter, ou na mecânica, em que você conhece e confia no serviço.

É importante que sejam empresas especializadas e que tenham equipe de profissionais capacitados, voltados para conferir a existência de problemas reais, já que algumas vezes o proprietário acredita existir, e sendo profissionais que valorizam o cliente, somente os reparos necessários é que serão feitos, afim de não onerar o gasto com manutenção desnecessária para o cliente.

 

mecanica-especializada-e-multimarcas

 

Interessante também é levar o carro a oficinas que trabalhem com todo o tipo de mecânica, inclusive, como pneus, rodas, e mecânica em geral, para evitar que o cliente faça vários serviços em várias mecânicas diferentes, cada uma na sua especialidade.

Já a marca das peças que serão utilizadas para os reparos no veículo, é outro fator importante em que o motorista deve ficar atento, afim, de não deixar que sejam utilizadas peças de 2ª linha, e pagar com o preço das peças de 1ª linha.

 

pecas-originais-e-paralelas2

 

A manutenção preventiva dos veículos é algo que evita transtornos, tais como o carro deixar de funcionar em locais e horários inadequados para chamar guincho, alguém, ou até um amigo que possa ajudar, ou ainda, sair à procura de um mecânico, porque às vezes o motorista acha que é algo fácil de resolver na hora.

É claro, que o fato do carro parar, nem sempre se deve fazer pegar no tranco, pois alguns modelos podem vir a entortar, ou amassar os pistões ao fazer esse tipo de procedimento, o que levaria a gastos assombrosos, mesmo que no inicio do problema que resultou na parada do veículo, era alguma coisa fácil e barato de arrumar.

 

pistao-danificado1 pistao-danificado

 

Vale lembrar, que manutenções simples como verificar o nível da água e do óleo, sempre pela manhã, antes de ligar o carro e estacionado num lugar plano, são fundamentais para evitar alguns problemas simples, mas, nem por isso baratos, inclusive a calibragem nos pneus, é algo que deve ser feito semanalmente, para evitar também outros transtornos, que acabam pesando no orçamento.

 

nivel-do-oleo

 

É aconselhável, procurar o Auto Center, ou um Mecânico, sempre no início que o 1º problema seja notado, não espere juntar mais, já que ao continuar andando com o carro, o problema muitas vezes se agrava, e acaba levando a gastos não esperados.

Para os veículos que estão estacionados na garagem já há algum tempo, é bom programar também uma revisão em um Auto Center ou na Mecânica, principalmente antes de viajar, já que o fato do carro estar parado sem uso, e por longo período, não significa que o carro continua novo, pois, acaba acarretando outros tipos de desgastes a começar pela bateria, que pode deixá-lo na mão sem avisar, sem falar do pó, da umidade, da ferrugem, e da corrosão, comuns em carros que dificilmente circulam.

 

Revisão-do-Carro

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, Estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tem qualquer objecção à exibição de qualquer imagem e notícias, pode ser trazido ao nosso conhecimento através do envio de e-mail (contato) e o mesmo será ser removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.

Saldo positivo – matéria de capa da revista Reparação automotiva deste mês.

Saldo positivo – matéria de capa da revista Reparação automotiva deste mês.

Matéria de capa da revista Reparação Automotiva: Oficinas em Alta.

revista-reparacao-automotiva

 

É possível manter o saldo positivo e as contas no azul com organização e planejamento. Com esta tabela, o proprietário terá a oportunidade de acompanhar o “estado de saúde” da oficina.

nosso produto

Fique sempre bem informado a atualizado. Conheça nossas redes sociais, sites e contatos clicando na imagem abaixo.

Site redes sociais

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, Estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tem qualquer objecção à exibição de qualquer imagem e notícias, pode ser trazido ao nosso conhecimento através do envio de e-mail (contato) e o mesmo será ser removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.

Os 10 carros mais famosos e desejados das telonas

Os 10 carros mais famosos e desejados das telonas

HERBIE VW 1963

herbieherbie interior

É um personagem fictício dotado de vida própria, com uma incrível inteligência, personalidade e carisma.
Surgiu primeiramente no filme produzido pelos estúdios da Disney: Se Meu Carro Falasse, de 1968.
Participou de mais 5 filmes: As Novas Aventuras do Fusca (1974); Um Fusca em Monte Carlo – conhecido também como “Herbie: O Fusca Enamorado” (1977); A Última Cruzada do Fusca (1980); Se Meu Fusca Falasse – Remake (1997); e Herbie – Meu Fusca Turbinado (2005).

 

CADILLAC MILER-METEOR AMBULANCE 1959

ghostbusters

É um carro adaptado de uma perua Cadillac 1959, preferencialmente utilizada como ambulâncias ou carros funerários. Seu design é clássico e conta com uma traseira em formato de “rabo de peixe”.
Foi escolhido para estrelar em dois filmes da série dos Caça Fantasmas.

 

DELOREAN DMC 12 1981

de-lorean-dmc12de-lorean-dmc12 interior

É um dos meios de transporte mais desejado na década de 80 e 90, te levando para onde você escolher. Fez sua primeira aparição no filme De volta para Futuro (1985), com o professor Dr. Emmett Brown, inventor do carro e o adolescente Marty McFly, que volta 30 anos, conhecendo seus futuros pais quando jovens. Com ajuda do Dr. Brown do passado (1955) ele conseguie retornar ao seu tempo.
No De volta para o Futuro II (1989), esse super carro leva Marty e sua namorada Jennifer para o futuro (2015) por causa de problemas que ele terá com seus filhos. Esse filme o DeLorean ganha um upgrade com mecanismos de vôo e utiliza agora como combustível, resíduo orgânico.
Na sua terceira e última aparição, De volta para o Futuro III (1990), lançado seis meses depois do segundo filme, a viagem não é para o futuro, mas sim para o passado, 1885, onde a aventura acontece no Velho Oeste.

 

GMC VANDURA V8 1992

vanduravandura interior

Participou como O Furgão do Esquadrão Classe A. Suas cores preta e prata com uma característica faixa vermelha e rodas pintadas de vermelho, tornou-se um ícone da cultura pop dos anos 1980.
Na gravações dos episódios foram utilizados 6 furgões no total, sendo que um deles está exposto no Museu de Carros de Estrelas, em Keswick, norte da Inglaterra.

 

FORD ECONOLINE 1984

sheepdog vanvandura interior2

A Van ou Sheepdog é utilizada por Loide que investiu dinheiro para deixar seu carro parecido com um cão por trabalhar com cães. Conhecida também como SheepDog ou “Van Cão” devido ao filme Debi e Loide lançado nos Estados Unidos em 1994. Também utilizado no filme Debi e Loide 2 (2014).

 

NISSAN SKYLINE GT-R

skylineskyline interior

Foi utilizado no primeiro filme de Velozes e Furiosos (2001) pelo personagem Brian O’Conner. No segundo filme +Velozes e +Furiosos (2003), onde a trama se aprofunda um pouco mais na história de Brian O’Conner e seu passado como policial.
No quarto filme Velozes e Furiosos 4 (2009) não ganha tanto destaque nas cenas. No sétimo filme de Velozes e Furiosos (2015) são criadas cenas para despedida e homenagem ao ator Paul Walker.
Vamos aguardar o Velozes e Furiosos 8 (2017)… o que será que planejam a Universal Pictures?

 

CHEVY IMPALA 67

impala 67impala 67 interior

Conhecido pelos fãs da série Sobrenatural de “Metallicar”, ele faz parte da equipe, mais do que isso, faz parte da família, segundo Dean (um dos personagens principais da série).
Eric Kripke, roteirista, diretor e produtor explica que sua escolha era um “muscle car americano” de 65 para os garotos, no entanto, segundo seu vizinho, tinha que ser um Impala 67, que cabe um corpo no porta malas se precisar e que quando as pessoas pararem ao lado dele no semáforo, trancassem as portas.
Acertando em cheio a escolha do carro, O Impala 67 pode ser considerado um terceiro integrante mudo com personalidade semelhante com a dos personagens principais Dean e Sam.

 

CAMARO/BUMBLEBEE

camarocamaro interior

Personagem fictício nos filmes e desenhos das versões Transformes. É uma máquina avançada para lá de tecnológica. Sua aparição de estreia foi no filme Transformes (2007). Primeiramente como Chevrolet Camaro 1976, onde Sam compra seu primeiro carro. Logo se transforma em um Chevrolet Camaro Concept 2009.
Seguiu suas aparições nos filmes: Transformes-Revenge of the Fallen (2009) como de um Chevrolet modelo Camaro ZL1 2009; Transformers: Dark Of the Moon (2011) como Chevrolet modelo Camaro z28 2012; e Transformers: Age of Extintion (2014) como Chevrolet modelo Camaro Conception 2014.

Este carro aguça o sentido de ostentação de qualquer um. Pode se dizer que ele é um elevacar (se me permitem o trocadilho).

 

MUSTANG GT500KR

mustang s gt500krmustang s gt500kr interior

Simplesmente a máquina dos sonhos. Construído com uma liga que o torna indestrutível, a prova de fogo e balas, além de inteligência artificial e capacidade de mudar de forma e cor, mais recentemente utilizando nanotecnologia. Este super carro deixa em dúvida quem é o coadjuvante e a estrela principal da série.
Esta incrível máquina aparece na primeira temporada da nova série de Knight Rider (2008) comparticipação especial de novos atores como David Hasselhoff (como Michel Knight), Justin Bruening (como Mike Traceur) e Sarah Graimman (como Deanna Russo).

 

TUMBLER (Industrias Wayne)

TumblerTumbler interior

Esta máquina é um protótipo de tanque blindado, construído como veículo militar, incluindo armamento, controle remoto de chamas e outros acessórios.
Sua presença robusta deixa qualquer carro para trás ou por baixo. Teve suas aparições nos filmes: -Batman Begins; -O Cavaleiro das Trevas; e -O Cavaleiro das Trevas: Ressurge.

 

Estes são apenas 10 dos carros que mais ficaram marcados no imaginário dos espectadores. Se lembrou de outro(s) carro(s) que deveria(m) estar nesta lista, por favor, escreva nos comentários.

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, Estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tem qualquer objecção à exibição de qualquer imagem e notícias, pode ser trazido ao nosso conhecimento através do envio de e-mail (contato) e o mesmo será ser removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.